Guga, o maior tenista brasileiro

7 03 2012

Gustavo KuertenAmanhã quinta-feira (8) será realizado o anúncio oficial da inclusão do nosso maior tenista do cenário nacional no Hall da Fama do Tênis.

Gustavo Kuerten, o nosso “Guga” começou a jogar tênis aos 6 anos de idade por incentivo de seu pai. Quando tinha 14 anos conheceu o treinador Larri Passos, que viu naquele jovem atleta um enorme talento e resolveu treinar e ajudar o garoto a se tornar um grande profissional. Em 1995 quando tinha 18 anos se profissionalizou no Tênis e começou a sua brilhante carreira no esporte a nível internacional.

Ganhou diversos Títulos dentre eles alguns muito importantes como: Tricampeonato de Roland Garros (1997, 2000 e 2001), Master Cup em Lisboa (2000) com incríveis vitórias sobre Pete Sampras e André Agassi e o 1º lugar no Ranking mundial em dezembro de 2000, ficando no posto de melhor do mundo por 43 semanas.

Mas, não só de alegrias e conquistas foi marcada a carreira de Guga, o tenista também teve que se superar e dar a volta por cima diversas vezes em razão de lesões e dores que costumavam assombrar a sua vida esportiva. Dentre elas uma lesão no Labrum Acetabular do quadril direito que surgiu em Agosto de 2001 durante o Aberto dos Estados Unidos, após o tenista sofrer com fortes dores que afetaram o seu rendimento no torneio.

Guga então passou por tratamento fisioterápico e em fevereiro de 2002 foi submetido  a primeira cirurgia em Tennessee, EUA. Nesse procedimento foi realizado uma artroscopia no quadril direito para reparação de fissuras encontradas no labrum acetabular. Após a cirurgia Guga enfrentou diárias sessões de Fisioterapia e teve seu retorno às quadras no final do mês de Abril do mesmo ano.

O atleta superou este obstáculo e voltou a jogar o seu Tênis em um bom nível por 2 anos, porém as dores voltaram e em setembro de 2004, foi submetido a um novo procedimento cirúrgico, dessa vez em Pittsburgh, EUA. A artroscopia no quadril desta vez visava à reparação de Osteófitos (esporões) que se encontravam na articulação coxo-femoral. Após a cirurgia o atleta passou novamente por sessões de Fisioterapia, porém, desta vez com uma duração maior de 7 meses e retornou as quadras em Abril de 2005, mas já não teve mais um excelente rendimento como havia tido tempos antes.

Ainda assim, tentou a superação e disputou torneios, mas sem obter bons resultados como antigamente e no dia 25 de maio de 2008, na quadra central de Roland Garros, Gustavo Kuerten é vencido, desta vez não por um adversário e sim pelas dores no seu quadril e acaba se aposentando do esporte.

Na despedida Guga deixou uma frase que mostra o quanto ele tentou, o quanto ele lutou e quanto ele se superou:

“Eu aproveito para agradecer a vocês, e não é que eu não queira jogar mais. Desculpa, mas não consigo mais.”

Esporte de alto rendimento é saúde???

Fica essa dúvida, mas também fica a certeza de que Guga será um eterno campeão!!!

#gugaeternocampeao

Ft. Igor Phillip








%d blogueiros gostam disto: